Editorial

Conheça a Fuso Zero e o seu rock ‘n roll com positividade

Esta semana o Rock Startup conta a história da banda mineira Fuso Zero, que foi fundada em 2007 na cidade de Vespasiano. O “Day 1” dessa caminhada se deu em uma Amostra de Canto — evento que despertou a atenção do vocalista Cláudio Marcos para o desejo de montar uma banda.

Depois disso, em um encontro no Festival em Belo Horizonte, o PMMI (Prêmio Mineiro de Música Independente), Cláudio teve o primeiro contato com o baixista Felipe Gomes. Logo após, chegaram o baterista Felipe Marques e o guitarrista Jhonatan Augusto.

Com o tema “rock n roll, música e liberdade” e com uma pegada Pop Rock e Groove Rock, a banda andou um bom tempo pela estrada cantando alguns covers e também suas primeiras composições autorais.

“A cada dia q passa eu respiro isso
Coisa que me faz feliz
Me tira da impunidade do mundo
Me faz pensar
Me faz correr atrás dos meus sonhos” (Liberdade)

Após dois anos, o grupo resolveu encerrar a parceria. Porém, Cláudio Marcos ainda acreditava no sonho e na força de suas composições e por isso seguiu em frente — ato que possibilitou que a Fuso Zero existisse até hoje tocando pessoas. “Obrigado por existirem!”, foi o que disse um garoto para a banda em seu primeiro show de rock, logo após ver a Fuso Zero no palco.

“Problemas vamos enfrentar, com esse mundo injusto
Não vou me conformar pois somos cidadãos temos q encontrar…” (Sonho Perdido)

Nova fase para o Fuso Zero em 2011

Com o desejo de continuar o projeto e principalmente por querer expor suas ideias, sentimentos e convicções por meio da música, Cláudio fez com que a banda retornasse com uma nova formação no ano de 2011.

Essa nova formação foi baseada em 3 princípios:

  1. Pensar no Público
  2. Lutar pelo o que a banda acredita
  3. Sempre trazer uma mensagem positiva

“Passar uma mensagem de positividade em tudo que abrange a vida”, é o que eles definem como sendo a principal missão da banda. Essa frase, inclusive, estará no próximo single “É preciso seguir” da Fuso Zero que será lançado em 2018.

Atualmente, a banda é composta por Claudio Marcos (Vocalista), Mateus Mendes (Baixista), Rafael Penaforte (Baterista), Daniel (Guitarrista) e Marcelo Pan (DJ) e o maior sonho do grupo é ter independência financeira e tocar por todo o país!

É isso aí, Fuso Zero! Nunca deixem de acreditar… o sonho está apenas começando! Obrigado por contar a história de vocês aqui no editorial banda dessa semana. Podem contar com o Rock Startup nessa empreitada!

Abaixo, você confere os principais trabalhos da banda com a nova formação e também todos os contatos! Curtiu? Aperte o play!

Trabalhos da Banda

2015 – EP “A Certeza e o Fim”

2016 – Webclip: “Te Encontrei”

2016 – Webclip: “Vendedores de Sonhos”

Contato e Links:


E-mail: fusozero@hotmail.com
Telefone: (31)
97503-4037 – Cláudio

Redes Sociais:
Facebook Instagram

Streaming:
SoundCloud YouTube

Padrão
Editorial

Sonhar e persistir: conheça a história da banda CaosBanal

Acredito que essas duas palavras “sonhar” e “persistir” resumem bem a sensação que me passou ao conhecer um pouco mais da história da CaosBanal. “Persistentes e lutadores. Sempre em frente. Em busca do sucesso. Somos a Caosbanal.”, foi como eles se apresentaram. A banda foi formada em 2004 na cidade do Rio de Janeiro, pois acreditavam que buscar a música era o destino escolhido para eles.

“O que faz seu dia ser diferente?
O que muda o que vem pela frente?” (Caosbanal)

Desde então, há 13 anos na estrada, o grupo busca transmitir sensações e sentimentos da vida para as pessoas. E com muita persistência — já que não é fácil manter uma banda autoral por tanto tempo na estrada, tocando pessoas. Esse é um grande motivo para se orgulhar!

“Eu querendo ser mais forte e respeitado
Para falar e ser ouvido e ajudar o reprimido
Mas sou fraco e acanhado e pior ignorado” (Falange)

O grupo, que é formado por Luciano Bernadino (Vocal), Rodrigo Teixeira (Guitarra), Igor Gabriel (Guitarra), Raphael Marinho (Baixo) e Jonathan Cyrne (Bateria), possui uma clara influência do Charlie Brown Jr., principalmente por suas letras fortes, expressivas que levantam sentimentos e também possuem uma pegada politizada em relação às incoerências do mundo e também ao descaso com o planeta Terra.

“Vamos mudar tudo
Acabar com essa guerra
Sem nenhuma explicação
Vendo tristeza de
Pessoas Temendo a perda
De um amanhã” (Image)

As principais influências da banda, além do Charlie Brown Jr., são Scalene, Detonautas e Foo Fighters e o estilo que eles se definem é de Rock Alternativo.

Principais Trabalhos

Apesar da banda ter começado em 2004, a persistência diante das dificuldades de se fazer um trabalho autoral de qualidade com baixo investimento e a vontade de fazer melhor fez com que eles lançassem seu primeiro trabalho oficial apenas em 2016. O ep “Sem Fim”, confira:

Atualmente, eles estão desenvolvendo um trabalho intitulado “Novos Horizontes” e será lançado em Janeiro de 2018! Tá quase! Esperamos que quando esse novo trabalho for divulgado, vocês voltem aqui para falar dele. =)

Obrigado por participarem da nossa edição do Editoral Banda, CaosBanal! Foi muito legal ouvir mais da história de vocês! Continuem acreditando no sonho…agora vocês não estão sozinhos, nós estamos juntos! Conte com o Rock Startup!

“Penso, logo existo
Fico aqui e não desisto
Vou me encontrar, vou achar o meu lugar” (Instintos)

Se você curtiu o som da banda e deseja entrar em contato com eles para shows e demais parcerias, é só acessar:

E-mail : contato@caosbanal.com

Telefone: 021 99271-1551 – Rodrigo

Mídias Sociais

Facebook

Instagram

YouTube

Twitter

Streaming

Spotify Deezer

iTunes SoundCloud

Google Play

CD Baby

Padrão
Editorial

Conheça a Revolução: a banda que convidou o Temer a usar serviços públicos

O que você espera de uma banda de rock com o nome de Revolução? Bom, no mínimo que seja politizada! E isso é o que não falta neste grupo belo horizontino composto por Bruno Vasconcelos (Bateria), Ekson Wallace (Guitarra), Silas Lopes (Baixo) e Johnny Kiff nos vocais.

Eles vivem gerando notícia por causa das ações de protestos que a banda realiza — e não são poucas! Uma das mais icônicas foi uma brincadeira que eles realizaram em um show, que encenaram uma ligação direta para o presidente em exercício “Michel Temer” e um convite para que ele utilizasse os serviços públicos. Esse caso rendeu e gerou até uma matéria no whiplash.

Veja como foi:

Dicas para Michel Temer

Michel Temer?No nosso ultimo show batemos um papo com o presidente, se liga ai no nosso recadoE você o que diria para ele e os políticos?

Publicado por Revolução em Quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

A banda surgiu em belo horizonte por volta de 2010, porém só começaram suas atividades oficialmente em 2013. Com uma ideologia forte que está diretamente ligada às questões políticas, eles buscam valorizar as pessoas, a liberdade e buscam o fim da hipocrisia que reina no país. Têm como influência bandas como Queen, Legião Urbana, U2 e Paralamas do Sucesso e o maior sonho que possuem é tocar no Mineirão!…“Do lado de dentro!” — frisa Johnny.

O super-herói Newfly

Além das ações criativas e provocativas, o grupo ainda criou um personagem: o super-herói “Newfly”. Ele tem um característico emblema de coração e é encarnado pelo frontman da banda. Segundo eles: “é importante para a gente como banda, ter um símbolo que sintetiza muitas das nossas intenções em nossas músicas”.

Últimos Trabalhos

Conheça os principais trabalhos da banda Revolução:

Parabéns, banda Revolução por estar inovando na forma de transmitir a mensagem de vocês! Obrigado por participar do editorial banda dessa semana, ficamos muito felizes de poder conhecer mais da história de vocês e poder divulgá-la aqui no blog!!! Sucesso sempre e conte com a gente!

Se você se interessou pelo trabalho dos caras, saiba como entrar em contato:

Website: http://rockrevolucao.com.br/

YouTube: https://www.youtube.com/RockRevolucao

Spotify:https://play.spotify.com/artist/0yjjY107my3220iSnsIJsB

Facebook:https://www.facebook.com/RockRevolucao/

E-mail: jkrevolucao@gmail.com

Telefone: 98930-3515 – João – Vocal

Padrão