Empreender na Música

4 estratégias do mercado musical para lançar sua música

Sabemos que a nossa sociedade está passando por diversas transformações, principalmente depois o advento da internet, e no mercado da música isso não está sendo diferente.

Uma grande questão é que essas mudanças estão acontecendo de forma bem rápida e, por isso, a maioria dos músicos e profissionais da área ainda não sabem muito bem o que fazer e como se comportar nesse novo contexto.

Como vender sua música em uma época que o CD está em declínio e o streaming é a grande pegada? Como viver da sua música se as gravadoras não contratam mais artistas novos?

Tentando ajudar você a resolver esses impasses, separamos 4 possíveis formas de impactar o seu público

  1. Surpreenda seu público

 

Seus fãs sempre estão buscando algo novo. Eles seguem suas redes sociais pois anteriormente se identificaram com suas músicas e isso os fez ter uma experiência única. O que eles querem é continuar tendo experiências surpreendentes e acreditam que o seu trabalho pode fazer isso por ele.

Portanto, sempre que for lançar qualquer produto, seja um show acústico ou até um videoclipe, invista em pensar fora da caixa. E o que significa isso? INOVE, INOVE, INOVE. Você é artista, artista de verdade, por isso, coloque sua criatividade em pauta inclusive no momento de vender sua música a seus fãs

2. Convide seus fãs para estar perto de você

 

O advento da internet quebrou muitas barreiras. E uma delas foi a possibilidade de acompanhar os bastidores da vida do nosso artista preferido 14h por dia, pelas redes sociais. Essa mentalidade deve ser absorvida em tudo o que você fizer no mercado da música nos dias de hoje: seu público quer participar, quer estar perto e se sentir parte do que você constrói.

Uma maneira de fazer isso é dar opções para que seu público decida coisas estratégicas da banda, como: um local de um show, uma arte da capa do CD etc. Um dos cases do mercado da música foi em 2007, quando a banda RADIOHEAD lançou o álbum “In Rainbow” e deixou à critério do fã o valor do download. Isto é, foi o fã que escolheu quanto queria pagar pelo álbum. Além disso, ainda criaram um concurso para que os fã produzissem um videoclipe animado de qualquer uma das músicas do “In Rainbow”.

Os 4 melhores receberam 10 mil libras pelo trabalho.

No Brasil, temos um caso de destaque com o Jota Quest: que convidou seus fãs a participarem da produção da música “Um Grito de Sol”. Eles poderiam sugerir em 4 pontos: “melodia”, “letra”, “tema” e “ritmo”. Depois de 4 meses, 17 delas foram selecionadas para estar no clipe.

3.Lance conteúdos exclusivos

 

Essa estratégia se baseia em lançar conteúdos exclusivos para seus fãs. Isso não somente faz com que eles se sintam especiais por acompanhar o seu trabalho, como também suscita que outras pessoas que estão fora e que não tiveram acesso ao conteúdo, queiram virar fãs para ter esse acesso exclusivo.

4. Crie expectativas ao redor de um lançamento

 

Criar expectativa também é uma ótima forma de atrair público para a divulgação de produtos de sua banda. Aqui no Brasil, um dos exemplos desse tipo foi no lançamento do álbum “7 vidas” da PITTY — que lançou em seu site uma contagem regressiva para o lançamento.

Essa estratégia, além de trazer um maior lucro, também ajuda na aquisição de novos fãs e consequentemente gera mais fama.

Gostou de saber mais como inovar no momento de lançar um produto? Comente aqui embaixo se algumas dessas estratégias fizer sentido para você.

Padrão
Editorial

Entre o feliz e o feroz: conheça o trabalho da banda mineira O Leopardo

Formada em 2015, em Belo Horizonte, a banda de rock autoral O Leopardo é a convidada dessa semana para participar do nosso Editorial Banda. Com letras em português eles falam sobre dilemas e diversões da juventude contemporânea, o amor e a guerra, a cidade e o mundo, o feliz e o feroz.

“Eu sou o gato que subiu no telhado
O leopardo que não vai mais caçar” (Dislexia)

O grupo, que é formado por Bruno Moreno (Guitarra e Vocais), Tomaz Petrillo (Guitarra e Vocais), Filipe Otacílio (Baixo e Vocais) e Cristian Antonine (Bateria) tem uma pegada em Ska, Punk, Raggae, Surf Music e Mambo.

Show Ao Vivo d’ O Leopardo

Já o nome da banda “O Leopardo”, remete ao que é selvagem e instintivo, resultando em uma mistura explosiva com apelo lúdico, popular e dançante: “quente como um amor de verão, arrebatador como o ataque de uma fera”, como proferiram eles.

“Hey! É a festa na piscina!
Os amigo, as amiga vida lôka
A festa tá loucura e não vai acabar
É tudo um sonho, não quero acordar” (Festa na Piscina)

Últimos trabalhos

Dentre os últimos trabalhos realizados por eles, estão:

 

  • 2015: EP Vídeo Premiere: 3 Videoclipes para o lançamento do “O Leopardo EP”
  • 2015: O Leonardo EP: Disco com 8 faixas
  • 2018: Vem lançamento de Single por aê!

 

Enquanto o novo single não chega, vamos curtir o videoclipe mais ouvido dessa galera no canal do youtube…DISLEXIA:

Obrigado por participar do Editorial Banda desta semana, O LEOPARDO! Foi muito bom poder conhecer um pouco da história de vocês e conhecer o trabalho de vocês mais de perto!

Nunca deixem de sonhar!

Se você curtiu o som dos caras e deseja contratar, fazer parcerias etc., todas as formas possíveis de contato com eles se encontram abaixo:

Contatos e Links

E-mail: contatoleopardo@gmail.com

Contato: (31) 99655-8794

Site: www.oleopardobh.wordpress.com

Redes Sociais

Facebook

Twitter Instagram

YouTube Google+

Streaming

Spotify Deezer

BandCamp iTunes

SoundCloud Letras

Padrão
Empreender na Música

4 dicas para fazer a assessoria de imprensa da sua banda

Você já ouviu falar sobre a importância de ter uma assessoria de imprensa? Certamente, se a sua banda for antenada nos caminhos possíveis para que ela dê certo no mercado, você já deparou com a informação de que isso é preciso para impulsionar sua carreira.

De forma geral, a assessoria de imprensa é uma prática destinada a fazer com que uma pessoa ou empresa apareça nas principais mídias do país e com isso ganhe maior notoriedade e relevância.  

O fato é que no cenário autoral do Brasil, devido a vários fatores, as circunstâncias de investimento são escassas — isso já sabemos. Pensando nisso, separamos 4 dicas para lhe ajudar a realizar a sua assessoria de imprensa de forma assertiva, sem ter que contratar um profissional. Confira:

1. Faça um mailing de mídias que combinem com seu trabalho

Fazer um mailing de mídias significa listar todos os veículos de mídia, online ou offline, que você queira divulgar seu trabalho — pode ser em uma planilha do excel, para ficar mais organizado.

Agora que você já sabe quais mídias deseja entrar em contato, corra atrás de completar informações como “responsável, contato, endereço”. Uma ótima forma de encontrar informações detalhadas sobre isso é fazendo uma pesquisa pelo linkedin. Tendo isso em mãos, já é possível passar para a dica número 2.

2.Escreva bem sobre sua banda de forma direta

Essa dica é muito importante e vai ditar em muito o sucesso do seu trabalho na imprensa. O conselho que eu dou é encontrar alguém da banda que seja bom em escrever ou pelo menos alguém próximo que se expresse bem pela escrita e possa fazer isso para vocês.

Um erro recorrente das bandas é achar que contar uma história em detalhes, de como os músicos se conheceram, pode aumentar as chances de você conseguir a divulgação. Isso não é verdade. Se coloque no lugar dos profissionais de uma grande mídia: quantos e-mails chegam diariamente querendo o mesmo que você?

Portanto, se você escrever um texto muito grande, com informações demais, dificilmente o profissional vai parar para ler. E aí você já perdeu suas chances na largada.

Um bom texto de assessoria se dá de forma direta, em apenas 3 parágrafos, sendo 1 para apresentar quem é a banda (de forma objetiva), um outro para mostrar vantagens que sua banda tem relação a outras (como cases de sucesso, virais, vídeos viralizados, grandes lançamentos etc.) e por fim, um dizendo porque aquela mídia seria interessante na sua carreira.

3.Estreite o relacionamento com os profissionais de mídia

Como em qualquer relacionamento profissional, o networking é algo indispensável. Ou seja, manter bons relacionamentos com responsáveis por atividades que você pode vir a precisar em um futuro é encurtar processos e trabalhar de forma mais otimizada.

Não ache que o relacionamento com as mídias deve ser feito apenas quando você estiver interessado em conseguir algo. Vá além, invista em bons relacionamentos, proponha parcerias, gere valor para as mídias, para que depois, quando for preciso, você tenha a quem recorrer.

Mas aí surge a questão: como gerar esse valor? Não existem formas certas de fazer isso e sempre vale extrapolar na criatividade. O mais importante é se colocar no lugar dos outros e tentar entender o que seria valioso para ele.

Uma das formas de fazer isso é indo pessoalmente entregar seu presskit (veja no próximo tópico). Além de, é claro, trabalhar para que essa forma de divulgar seja diferente do comum. Também é possível pensar em permutas que podem ajudar a marca.

Por exemplo, aqui no Rock Startup, em todos os eventos que fazemos, nós realizamos permutas com o Cifra Club. Sabemos que eles querem estar em eventos legais e inovadores de música — pois isso tem tudo a ver com o negócio deles, isso gera valor para a marca deles. Em contrapartida, eu quero estar nas mídias sociais deles, quero fazer minha assessoria de imprensa lá. Com isso, fazemos a troca e todos saem ganhando!

4. Inove na montagem de seu presskit

Um presskit é  um conjunto de material de divulgação que sua banda terá de entregar para as mídias. Em sua forma padrão ele possui um release da banda, fotos, uma música de trabalho e todos os contatos presenciais e também nas mídias sociais. Toda banda que queira realizar sua própria assessoria de imprensa deve montar um desses.

Porém, utilize as vantagens de pensar fora da caixa! Use a criatividade para construir novas formas particulares de divulgar seu produto — levando sempre em consideração o contexto! Isto é, a forma de divulgação tem que estar em sintonia com a proposta de valor da banda.

Portanto, tenha em mente o conceito do trabalho que quer divulgar e busque maneira criativas, dentro dessa proposta, de se fazer ser ouvido e visto. Uma forma diferente, por exemplo, é investir em pen-drives personalizados que contenham a sua música e distribuir isso pessoalmente para os responsáveis pelos veículos.

Lembre-se: contratar um profissional é a melhor das opções, mas nem sempre é viável. Portanto, não deixe de realizar se não for possível investir nesse trabalho. Boa sorte e bom trabalho!

E ai, o que achou dessas dicas? Elas foram úteis para você e sua banda? Comenta aqui embaixo!

Padrão